Seus sentimentos como pai em não querer aceitar…

Eu fiquei sem fazer nada por alguns dias depois de terminar os equipamentos das garotas.

Eu também fiz muitas roupas para mim, exatamente iguais aquelas que eu sempre usei e, como eu estava quase sempre usando a ‖Divindade‖ enquanto fazia os equipamentos, eu fiquei um pouco cansado.

É provavelmente porque meu corpo está tentando se adaptar porque eu nunca fiquei tanto tempo com a ‖Divindade‖ ativa. Eu também estou preocupado com o porcentual da minha raça, mas, bom, eu sinto que só estaria perdendo meu tempo, então eu tentei não pensar sobre isso.

Além disso, se eu pensar que fui capaz de fazer equipamentos que garantam a segurança delas, então eu me sinto ótimo.

E assim, eu raramente saí do meu quarto e continuei rolando na cama. Quando era hora de comer, eu seria alimentado pelas garotas.

Quando eu dizia a elas que eu podia comer sozinho, elas se negavam com firmeza, então agora eu sou alimentado na cama. Eu estou sendo domesticado com comida? Bem, quem se importa? Isso faz a comida ficar ainda mais deliciosa.

E, logicamente, para dormir, eu abraço Meru e tenho um sono tranquilo. Abraçar Meru é tão bom… ela é mesmo macia, gostosa e quente.

Enquanto eu estava sem fazer nada com Meru, sua mãe Meral me chamou. Eu fui guiado por Meru em minha cabeça até o salão de reuniões onde Meral estava. Lá estava Ragnil me dando um olhar assassino e a seu lado Megil olhava para ele com uma expressão irritada.

(Wazu): “Yo!! Ragnil, você já foi liberado do dogeza?”

(Megil): “Bom, por algum motivo… como ele sempre estava fazendo dogeza, eu o perdoei por sua tenacidade… mas não haverá uma próxima vez, entendido?”

Ragnil estremeceu um pouco com as palavras de Megil, mas instantaneamente, voltou a me dar aquele olhar assassino.

(Wazu): “… haa… e? Por que você está me olhando assim Ragnil? Eu pensei que éramos amigos…”

(Ragnil): “Pergunte a você mesmo”

Eu coloquei minha mão em meu peito e pensei por um tempo…

(Wazu): “… não. Não posso pensar no motivo”

(Ragnil): “São dois os seus pecados… primeiro, você não falou nada para defender meu comportamento com este hediondo Dragão… e graças a isso, eu fui contido por um tempo horrível… mesmo não sendo minha culpa…”

Ooi! Eu não sei se é raiva ou o que for, mas não fique falando assim. Olhe para o seu lado, o seu lado! Megil está super irritada! Eu te imploro, por favor, não me envolva nisso…

(Ragnil): “E seu segundo pecado é o mais severo… você cometeu um tabu…”

(Wazu): “Tabu?”

(Ragnil): “… dizer que você é o marido da minha fofa, fofa filha!!!! Como um pai, eu não posso permitir issoooooooooooo!!! Meru me dizia desde que era pequena que ela iria ser a esposa do papai!!!!! E você, seu maldito, apareceu e… seu maldito apareceu…”

Oi. Isso é algo que todas as garotinhas dizem, mas os pais têm que deixar suas filhas irem algum dia… eu subitamente olhei para Megil e vi ela sinalizando para Ragnil. Com seu dedo, ela traçou seu pescoço como se estivesse cortando ele. Espere um momento… você está me dizendo para matar ele? Você está dizendo que eu devo matar ele?

(Wazu): “… espere, espere. Por enquanto, olhe para o seu lado Ragnil”

(Ragnil): “Haa?”

Ragnil fez como eu disse e encontrou Megil sorrindo docemente. Esse sorriso é realmente assustador…

Ele se lembrou que Megil estava ao lado dele? Ele voltou seus olhos para o céu como se estivesse dizendo “Eu estraguei tudo!” e uma linha de água começou a escorrer.

Está tudo bem… se você sobreviver, nós vamos nos encontrar de novo com certeza… então por favor, não chore… desculpe, isso não é uma lágrima, é só um pouco de água salgada, certo?

Enquanto eu estava pensando nisso, eu olhei para Ragnil e ele lentamente abaixou sua cabeça com um ] gigigi [ e olhou para mim. Já não há mais lágrimas em seus olhos… mas os sinais permanecem em suas bochechas.

(Ragnil): “ … ] tosse [… va-vamos ver, nós podemos esquecer sobre a primeira parte… mas eu não vou aprovar algo como o casamento de Meru!! Você vai precisar passar pelo meu cadáver!!”

E por alguma razão, acabou que eu tive que lutar com Ragnil.

Nós estamos nos encarando na pradaria fora do castelo. Meru, Meral e Megil, por algum motivo, estão agindo como expectadoras e prepararam comida e bebidas… yup. Isto é apenas um show para elas.

Os Dragões estão nos olhando e nos encorajando.

(Meru): “Kyui kyuiiii!!”

(Meral): “Meru está dizendo para você dar seu melhor! Wazu, por favor, faça o seu melhor pelo futuro de Meruuuu!”

(Megil): “Mate ele!! Wazu, mate esse Dragão estúpido!!”

… desculpe, não era nós, mas apenas eu quem elas estavam encorajando… bem, uma delas está torcendo pela morte de alguém…

Alguém por favor torça para Ragnil… eu posso dizer que ele está ficando deprimido só por olhar para ele…

(Ragnil): “… eu não vou perder… eu não posso perder!!”

Ragnil rugiu e correu em minha direção. Usando esse impulso, ele usou suas garras para tentar me cortar. Eu desviei pulando para trás, mas uma marca de uma garra enorme apareceu no lugar onde eu estava.

(Wazu): “… oi! Ragnil… você está sendo meio sério…”

(Ragnil): “É claro que estou!! Eu não vou te entregar minha filha!!”

Em seguida, Ragnil começou a me atacar com seriedade por todos os lados e eu me dediquei a defesa. Mesmo assim, eu não me machucaria se ele me acertasse.

Ele me atacou com seu sopro de fogo e eu balancei meu braço para o lado para produzir uma corrente de ar, assim, eu me certifiquei de que minhas roupas recém-feitas não se queimassem.

Enquanto estávamos fazendo isso, eu vi o Alto Elfo, com quem eu tive uma desavença no passado, se aproximando de Sarona, então eu fui voando para ter certeza de que ele estava consciente de nosso relacionamento. Se ele algum dia se atrever a encostar um dedo em Sarona, eu vou matar ele…

Nossa batalha? Continuou por um tempo e, eventualmente, Ragnil começou a respirar com dificuldade.

(Ragnil): “Haa… fuuu… guahh…”

(Wazu): “Ooiiii. Você ainda não está satisfeito?”

(Ragnil): “Não… ainda não…”

Haa… é que… se continuarmos assim, isso nunca vai acabar…

Eu diminuí a distância entre nós em um momento e eu acertei ele com meu punho apenas com força o bastante para não mata-lo.

No dia seguinte, eu fui chamado de novo no salão de audiências. É claro que Meru estava no topo de minha cabeça. Quando eu finalmente cheguei no salão de audiências, eu vi Ragnil, Meral e Megil alinhados. Ragnil falou comigo.

(Ragnil): “Eu perdi para Wazu… então eu não tenho escolha além de reconhecer isso… só me permita dizer algo como o pai de Meru… por favor, faça minha filha feliz…”

(Wazu): “… entendido. Eu vou estimar Meru”

Assim que eu respondi Ragnil, Meru voou de minha cabeça e me deu um beijo encantador na bochecha. Eu respondi a expressão de amor de Meru acariciando a cabeça dela e, aparentemente satisfeita, ela voltou para minha cabeça.

(Megil): “Então? Quando você vai continuar sua jornada?”

Megil me perguntou isso.

(Wazu): “Vejamos… eu já fiz todas as roupas e equipamentos, Meru foi muito mimada por Meral, então, apesar de eu ter que me consultar com todas, eu acho que nós vamos partir amanhã ou no dia seguinte”

(Meral): “Então é isso… vocês sempre serão bem-vindos aqui. Além de ser o marido de Meru, esta também é sua casa”

(Wazu): “Yeah. Eu vou voltar de novo”

Depois de dizer isso, eu deixei o salão de audiências para me consultar com as garotas sobre a data de nossa partida.

Eu não toquei nesse assunto de propósito, mas Ragnil estava fazendo dogeza de novo e, além disso, ele tinha algumas pedras amarradas em sua barriga para fazer peso…

Aguente firme Ragnil… tenho certeza que você irá brilhar amanhã também… provavelmente…