O destino dos ⌈Cavaleiros⌋

Eu estava no meio da tarefa de organizar a mesa quando Naminissa me chamou, então eu deixei o que estava em minhas mãos para Floyd e fui até onde as princesas estavam.

No lugar onde Naminissa, Narellina, Runo-san e os outros dois oficiais estavam, havia uma fogueira e, por algum motivo, eu me sentei entre Naminissa e Narellina. Continuando a conversa deles, Runo-san e seus oficiais nos contaram o porquê estavam aqui.

De acordo com a história de Runo-san, quando a Família Real Mabondo deixou o país, inúmeros Cavaleiros e cidadãos decidiram partir junto deles, mas houve pessoas que tinham fortes sentimentos por sua terra natal, então alguns cidadãos não quiseram partir com eles.

Assim, eles ficaram para trás por esses cidadãos, mas o governo da Família Real Flebondo era tão cruel que esses cidadãos sofreram demais. Finalmente, sendo incapazes de viver desse jeito, os Cavaleiros decidiram partir e saíram ao mesmo tempo que eles para escolta-los para onde a Família Real Mabondo estava e, depois de alguns dias, eles partiram em uma jornada própria.

A propósito, de acordo com Runo-san, o casal real está em uma cidade portuária não muito longe da |Capital Imperial| para onde estamos seguindo.

(Naminissa): “Parece que nossa terra natal está em um estado ainda pior do que imaginei… aliás, por que você não se junta a Otou-sama[1]?”

(Narellina): “Yeah. O pai não se incomodaria com a sua estadia, pelo contrário, ele iria te receber de braços abertos”

(Runo): “Tem razão… ele certamente nos receberia, mas vendo a Família Real dando o seu melhor em uma nova terra, nós também ficamos com o sentimento de começar de novo em um novo local… além disso, eu já sou um velho Cavaleiro. Givirio-sama já está cercado de jovens Cavaleiros e cidadãos que vão iniciar a nova era, então eles vão ficar bem, mas eu acho que ainda deve existir algum país que vai precisar desse velho Cavaleiro. Por isso, eu recrutei alguns bravos guerreiros e foi assim que acabamos aqui. Isto também foi aprovado por seu pai, Givirio-sama”

Assim que ele disse isso, Runo-san se virou para olhar seus Cavaleiros.

(Runo): “Nós apenas não decidimos o lugar para onde devemos ir, então este é o motivo para esse mal-estar”

Ouvindo isso, nós sorrimos amargamente. Entendo, ele está procurando um lugar para passar o resto de sua vida e agora está no meio de sua jornada.

Agora que penso nisso, nós partimos com tanta pressa que nem fomos capazes de conhecer os pais das garotas, mas eles parecem estar indo bem… eu me pergunto se o irmão mais velho delas, Navirio, e meu amigo Orlando estão bem…

Pensar neles me faz querer visita-los… e meus pensamentos se perderam. Eu subitamente olhei para ambos os lados e vi Naminissa e Narellina pensando se podíamos fazer algo a respeito. Eu olhei para Runo-san para confirmar algo.

(Wazu): “Eu posso perguntar uma coisa?”

(Runo): “Você pode me perguntar qualquer coisa, Wazu-dono”

Are? Eu me apresentei para ele?

(Runo): “Não faça essa cara perplexa. Eu simplesmente ouvi isso das princesas. Elas alegremente me contaram que você é o futuro marido delas e as senhoritas que estão te acompanhando também serão suas futuras esposas”

Eu olhei para ambas e elas estavam com rostos tímidos com um fraco tom de vermelho. Por enquanto, eu só acariciei as cabeças delas e elas pareceram não se incomodar já que ficaram amorosas.

(Runo): “Minha nossa… eu conheço as princesas desde que elas nasceram, mas é a primeira vez que vejo elas com rostos tão tímidos”

(Naminissa e Narellina): “O quê!”

(Runo): “Hahaha! Por favor, não fiquem nervosas. De fato, isso faz este velhote muito feliz!”

Parece que Runo-san tem servido a Família Mabondo por muitos anos. E eu posso sentir pela interação entre eles que as garotas confiam muito nele. Ele não parece ser uma pessoa ruim.

Os Cavaleiros ao redor dele também estão sorrindo vendo nossas ações. Um dos Cavaleiros ao lado de Runo-san disse brincando “Se você ficar provocando demais, eles vão acabar nos odiando…”, então Runo-san começou a gargalhar.

(Runo): “… a propósito, você ia me perguntar algo, não ia?”

Runo-san parou de rir e olhou para mim.

Uuuum… no início eu ia tentar perguntar algo, mas com essas atitudes dele, eu posso dizer que ele é uma pessoa gentil e ele com certeza deve ser uma boa pessoa a julgar por todos esses Cavaleiros que estão seguindo ele…

Ele esteve servindo a Família Real por muitos anos, então as habilidades dele com a espada devem ser ótimas… espere um momento… ele disse que eles não tinham decidido seu destino, não é?

(Wazu): “Uhm… você tem algo em mente a respeito de seu destino?”

(Runo): “Não, nada. Mas para não ficarmos aqui para sempre, decidimos discutir sobre ir até um país ou cidade próxima”

… então eles ainda não chegaram em um consenso… se é assim…

(Wazu): “Para ser honesto, eu sei o país perfeito para vocês irem, mas você está disposto a ir até lá?”

(Runo): “Ho. Que lugar seria esse?”

(Wazu): “Vejamos… para simplificar, é um país que acabou de ser fundado, então eles estão realmente precisando de ajuda. Aliás, eles têm uma aliança com o país dos Homens-Fera

(Runo): “Então é isso… ele acabou de ser fundado… então eles estão com falta de estruturas adequadas… além disso, eles têm uma aliança com o país dos Homens-Fera… parece interessante… eu ainda não duelei com um Homem-Fera…”

Runo-san parecia contente e estava rindo. Ele reagiu bem sobre a parte da aliança com o país dos Homens-Fera. Ahh. Já sei, este cara é um maníaco por lutas.

Provavelmente, se ele for para lá, não faltarão parceiros para lutar se ele demonstrar seu desejo de duelar. Será que eu escolhi a pessoa errada? Mas é verdade que eles estão com falta de pessoal e eles também precisam de Cavaleiros e Soldados de confiança…

(Runo): “Onde é esse país?”

Cheio de animação, Runo-san me perguntou isso. A expressão no rosto dele era como a de uma criança prestes a colocar as mãos em um brinquedo novo. Bem, quem se importa. Tenho certeza que Grave-san vai lidar com isso.

E assim, eu disse a Runo-san sobre Grave-san. Ele também me pediu para escrever uma carta de apresentação e assim as garotas a escreveram.

Vai ser bom se eu puder ajudar o país de Grave-san mesmo que seja só um pouco…


[1] Otou-sama é uma maneira muito educada e respeitosa para uma filha se referir a seu pai.