Aria?

A mulher vindo até aqui parou na frente de mim e me deu um olhar de desprezo.

A mulher tinha um cabelo azul como o céu e apesar de ela me olhar com desdém, os olhos azuis dela de antes eram cheios de gentileza, com um rosto que todos diriam ser lindo e ela tinha um corpo proporcional que cobria sua túnica de clériga.

Antes que eu pudesse dizer algo para ela, ela falou algumas palavras.

(???): “Já faz algum tempo Wazu. Uns dois anos? Eu imediatamente soube que era você por essa cara medíocre. Quem imaginaria que iríamos nos encontrar na |Capital Imperial|? E Naminissa está aqui, o que significa que você recebeu minha mensagem e veio até aqui. Bem, não importava se nos encontrássemos ou não. O que eu queria dizer para você é realmente simples…

Nós prometemos nos casar quando éramos mais novos, mas vamos esquecer sobre isso. Eu vou me casar com o Herói-sama e vou ser feliz. Eu não quero que você fique apegado a uma promessa do passado e fique me espreitando por aí, então me deixe ser clara agora. Não apareça diante de meus olhos nunca mais. Haaaaa. Eu me sinto aliviada agora. Eu ficaria incomodada se você me causasse problemas mais tarde, por isso eu precisava te falar isso claramente. Um peso foi tirado de meu peito. Agora eu posso me casar com o Herói-sama. Eu não preciso e nem quero sua resposta, apenas não se envolva mais comigo”

Ela disparou tudo isto de uma vez e seus olhos voltaram para o seu formato gentil.

(???): “Então, tenha um bom dia e adeus…”

Ela acrescentou isso, se virou e partiu.

Durante esse tempo, nós ficamos aturdidos, mas subitamente, todos, tirando Floyd e eu, se levantaram de seus assentos e liberaram intenção assassina que eu nunca senti antes. Mh? O que aconteceu garotas?

(Sarona): “O que há com essa mulher!? Cabelos e olhos azuis, essa é Aria!? Eu não imaginei que ela fosse aparecer tão de repente e ela veio balbuciar essas baboseiras!! Eu não vou perdoar ela!! Eu vou cortar ela em pedaços com a minha espada curta agora mesmo!!”

(Tata): “… fufufu… fufufu… se for essa pessoa, eu não preciso me segurar e posso usar todo o meu poder contra ela… o que eu deveria fazer… eu devo esmagar ela com a minha ‖Barreira‖… ou eu devo cortar ela em pedaços com a minha faca favorita…”

(Naminissa): “É triste ter que matar uma amiga assim… mas Aria é a que está errada aqui, então não posso fazer nada… falar assim com nosso Wazu… não espere que eu vá pegar leve com você… como sua amiga, eu vou ter certeza de te enviar para o inferno…”

(Narellina): “Muito bem… eu estava pensando em tentar matar alguém com a espada que Wazu me deu… e o inimigo perfeito acabou de aparecer. Eu também devo testar a armadura e confrontar ela com tudo o que tenho”

(Haosui): “… eu vou matar ela… mesmo que eu tenha que exterminar todos nesta capital, eu vou matar ela… eu vou mostrar a ela… o que significa nos tornar suas inimigas… eu vou fazer ela experimentar isso com seu próprio corpo…”

(Kagane): “Sua porca!! PORCA!! Eu vou matar você!! Eu vou te matar com brutalidade!! Eu vou te queimar com toda a minha magia!! Eu vou te congelar e vou te esmagar em pedaços!! Eu vou te moer com o meu vento!! Eu vou te esmagar com as minhas rochas!! Eu não vou deixar nenhum vestígio de poeira de você neste mundo!!”

(Mao): “Que ousadia falar com Otto-dono deste jeito!! Eu vou arrastar seu corpo por toda esta cidade!! Mesmo que você peça perdão, eu não nunca vou permitir isso!! Eu vou fazer você repensar o que fez!! Eu vou despedaçar suas entranhas do jeito mais horrível possível!!”

(Heroínas): “Eu vou matar ela!!”

(Wazu): “… vocês estão assustadoras!! Eh? Por que vocês estão ficando tão brutais?”

Ou melhor…

(Wazu): “Quem era essa de agora? Vocês conhecem ela?”

Quando eu perguntei isso, os olhos sanguinários de todas se viraram para mim.

(Heroínas): “O que você quer dizer com ‘quem’!? Era a Aria!!”

E todas elas disseram isso em uníssono.

(Wazu): “Eh? Não, não era. Ela com certeza parece ela, mas ela não é Aria”

Quando eu disse isso, a intenção assassina ao redor das garotas se dispersou e ao invés disso, elas ficaram com rostos perplexos, e então, Naminissa me perguntou.

(Naminissa): “… eh? Aquela não era Aria?”

(Wazu): “Yup”

(Naminissa): “Não. Mas ela tem o mesmo rosto de quando nos encontramos com ela na sala da Mestra da Guilda[1]. Além disso, Wazu-sama não se encontra com Aria há mais de dois anos, será que como ela cresceu um pouco, você não a reconhece mais?”

(Wazu): “Isso pode ser verdade. Aria pode ter aquele rosto agora. Mas aquela mulher não era Aria. Eu não posso explicar muito bem, mas eu posso dizer que ela não é Aria”

Me vendo com tanta confiança, as garotas se afastaram um pouco de mim, formaram um círculo e começaram a sussurrar entre elas.

(Sarona): “Por que ele está tão seguro?”

(Tata): “Por que será? Isso me deixa frustrada…”

(Naminissa): “Mas Wazu-sama disse que ela não era Aria”

(Narellina): “Então isso deve ser verdade”

(Haosui): “… eu sinto que estou perdida”

(Kagane): “Guh… eu posso sentir a conexão entre Onii-chan e aquela porca? Não!”

(Mao): “É algo que só Otto-dono pode entender?”

(Wazu): “Ooi. Eu posso ouvir vocês! Não faz sentido nenhum formar um círculo!”

Quando eu chamei as garotas em seu círculo, elas se voltaram para mim com sorrisos sem graça.

(Wazu): “Parece que vocês estão um pouco preocupadas com o fato de só eu entender isso, mas, mesmo que aparecessem pessoas se passando por vocês, eu tenho confiança de que seria capaz de facilmente perceber isso”

As garotas se sentiram felizes, com rostos tingidos de vermelho, e ficaram envergonhadas depois de ouvir o que eu disse. Mas subitamente, a aparência de Naminissa endureceu como se tivesse entendido alguma coisa.

(Naminissa): “No entanto, aquela mulher falou com Wazu-sama de uma forma que eu não posso perdoar”

Todas assentiram do fundo de seus corações e balançaram a cabeça concordando. Eu também me lembrei dessas palavras dirigidas para mim.

(Wazu): “Mhhhhh. Agora que penso sobre isso, eu não estou nem um pouco incomodado… deve ser porque… agora eu tenho todas vocês a meu lado”

Quando eu disse o que pensava a elas, as garotas me deram largos sorrisos e vieram me abraçar com força. Esperem!! Nós estamos em público!! As pessoas estão olhando para nós!! Vamos nos controlar!!

(Heroínas): “Nós nunca vamos te deixar ir!!”

As garotas disseram isso e então me abraçaram ainda mais apertado. Com a minha mão livre, eu comecei a acariciar as cabeças de todas para acalma-las. Depois disso, nós continuamos comendo.

Mas onde diabos Aria poderia estar?


[1] Esses eventos aconteceram no capítulo 053.