A cidade portuária |Motanpe|

Depois que pulamos os muros da capital imperial |Iscoa|, nós seguimos para a cidade portuária.

Iria levar muito tempo se nós nos adaptássemos a velocidade da princesa Eris, então Haosui continuou carregando ela. Normalmente, levaria por volta de três dias de caminhada de |Iscoa| até a cidade portuária |Motanpe|, mas com a nossa velocidade, eu não acho que vamos precisar nem mesmo de um dia.

Quando nós já tínhamos viajado metade da distância, começou a ficar escuro, então decidimos acampar.

Eu pensei que a princesa Eris não teria nenhuma experiência com acampamentos e quando eu perguntei isso para ela, era exatamente isso. Mas ela não reclamou de nada nem se incomodou em acampar. Essa atitude despreocupada dela me surpreendeu. Eu acho que esta pessoa é mais adequada para governar um país.

Por segurança, eu pedi que Naminissa colocasse uma ‖Barreira‖, mas nós não fomos atacados por Demônios. Bem, como os primeiros a ficarem de vigia fomos Floyd e eu, nós nos certificamos de acabar com todos eles.

E por volta do meio dia do dia seguinte, nós chegamos a cidade portuária |Motanpe|. Nós ainda temos tempo antes que os Cavaleiros e soldados cheguem aqui, mas eu acho que seria melhor se nos apressássemos.

Pela explicação da princesa Eris quando estávamos acampando, a cidade portuária |Motanpe| é o lugar de onde todos os frutos do mar vêm e eles também tem muito comércio com seus navios com outras regiões, então os muros da cidade não ficavam atrás dos da |Capital Imperial| e a segurança e ordem pública são boas porque o nível dos soldados também é alto.

Enquanto eu me lembrava de nossa conversa, nós nos aproximamos dos portões da cidade. Não havia fila para entrar, então nós continuamos sem problemas e o guarda do portão que ia verificar nossas identidades nos chamou.

(Guarda): “Por favor, parem ali! Nós temos que confirmar suas identidades para en… trarem…”

Apesar de eu ter dito que ele era uma guarda do portão, o homem diante do portão vestia uma armadura de Cavaleiro e ao lado dele estava outro homem vestindo uma armadura parecida.

Obedecendo o que os guardas nos disseram, nós paramos, mas no momento em que eles viram Naminissa e Narellina, os movimentos deles pararam e eles começaram a esfregar os olhos muitas vezes enquanto olhavam para elas.

(Guarda): “Po-pode ser que… vocês são a princesa Naminissa e a princesa Narellina?”

(Naminissa): “Essa armadura… vocês são de |Mabondo|Cavaleiros que seguiram nosso pai”

(Narellina): “Entendo… vocês estão trilhando um novo caminho aqui”

Eu pensei mesmo que eles estavam vestindo armaduras que não combinavam com simples guardas de portão, mas o que descobrimos era que eles eram Cavaleiros do antigo |Reino Mabondo|.

Nós ainda mostramos nossos [Cartões da Guilda] para provar nossas identidades só por precaução e Naminissa explicou a eles o porquê nós aparecermos aqui.

Enquanto isso, dois guardas substitutos vieram e nós fomos guiados pelos Cavaleiros para a atual residência da família Mabondo.

A casa que nós vimos era uma casa normal na periferia da cidade. Era uma construção com dois andares com um pequeno jardim com uma horta. Os dois guardas nos pediram licença e voltaram para a cidade.

Eu acho que eles estão no horário de almoço. Depois de olhar ao redor, eu bati na porta e pouco tempo depois, nós escutamos uma mulher dizendo “Estou indo!” antes da porta se abrir.

A mulher que abriu a porta tinha um cabelo vermelho que parecia com o de Naminissa e um sorriso gentil. Eu pensei que Naminissa iria ficar parecida com ela em alguns anos. Ela era uma linda mulher.

(???): “Me desculpe, mas quem é você?”

(Wazu): “Ah! Eu sinto muito!”

Eu fiquei encantado olhando para a versão do futuro de Naminissa. Depois de me recuperar, eu mostrei Naminissa e Narellina, que estavam atrás de mim, para ela antes de dizer qualquer coisa.

(Naminissa): “Já faz algum tempo mãe”

(Narellina): “Mãe, há quanto tempo”

(???): “Ara ara, maa maa. Estou feliz que vocês duas estão bem… ara? Se vocês duas estão aqui, isso significa… essas pessoas aqui são eles?”

(Naminissa): “Sim. Nosso futuro marido e as esposas que compartilham nossos sentimentos”

(Narellina): “Ela é a princesa deste país, Eris-sama”

Com as apresentações das duas, as garotas e eu abaixamos nossas cabeças, assim como a princesa Eris. A mãe de Naminissa e Narellina também se curvou enquanto dizia “Estou feliz em conhecê-los” e nos convidou para entrarmos na casa.

Nós fomos levados até a sala de estar e nos sentamos em uma grande mesa grande o bastante para todos nós. Apenas Floyd ficou de pé e continuou atrás de mim como se fosse meu mordomo.

Sério, por que este cara se comporta como um mordomo neste tipo de situação… ou melhor, por que você está atrás de mim? Seus mestres não eram da Família Real Mabondo?

Eu sentei de frente para a mãe de Naminissa e Narellina e me apresentei. Pensando bem, isso não é como se eu estivesse indo conhecer os pais da minha noiva? Estou ficando nervoso…

(Wazu): “Uhm… prazer em conhece-la, meu nome é Wazu…”

(Mirellina): “Prazer em conhece-lo. Meu nome é Mirellina Mabondo. Me desculpe por não conhece-lo de forma adequada naquela vez que você salvou as minhas filhas[1]

(Wazu): “Não, não se preocupe…”

(Mirellina): “Estou feliz que você conseguiu se reunir com minhas filhas sem dificuldades. Elas te causaram algum problema?”

(Wazu): “Não, nenhum. Na verdade, elas foram de grande ajuda”

(Mirellina): “Isso também é ótimo de ouvir… a propósito, elas disseram antes ‘futuro marido’… vocês ainda não se casaram?”

(Wazu): “Ehm… sobre isso…”

Eu contei a Mirellina-san o que aconteceu até agora. E eu deixei a conversa sobre a princesa Eris para a própria pessoa.

(Mirellina): “Maa maa. Então foi isso que aconteceu… mas para a primavera chegar[2] não apenas para as minhas filhas, mas para Navirio também… nós precisamos celebrar”

Parece que Mirellina-san gostou da história da princesa Eris. Nós não precisamos confirmar primeiro com o próprio Navirio? Parece que Mirellina-san e a princesa Eris entraram em algum tipo de acordo e estão parecendo animadas. Bem, nós já viemos por todo este caminho, então vamos deixar esse assunto para a princesa Eris e Navirio.

(Wazu): “E então, Mirellina-san…”

(Mirellina): “Você pode me chamar de Okaa-san[3] se você quiser”

(Wazu): “Não, mas…”

(Mirellina): “Por favor, me chame de Okaa-san”

(Wazu): “Mirelli…”

(Mirellina): “Okaa-san”

(Wazu): “…”

Este é o poder de uma mãe? Por algum motivo eu sinto uma grande pressão vindo de Mirellina-san. Bem, a própria pessoa quer isso e se eu não atender seu pedido, a conversa não vai prosseguir…

(Wazu): “Então… Okaa-san”

(Mirellina): “Sim, o que é?”

Mirellina-okaa-san mostrou um sorriso muito feliz. E reagindo a esse sorriso, Naminissa e Narellina também sorriram.

(Wazu): “Uhm… onde está Navirio agora?”

(Mirellina): “Um pouco mais cedo, ele escutou que um lugar foi invadido por piratas em um mar próximo daqui, então ele foi os exterminar”

Ugh… nosso timing foi ruim… eu quero terminar isso depressa, então… eu deveria ir ajudar ele?

(Wazu): “E onde é esse lugar?”

(Mirellina): “Quem sabe… eu não escutei essa parte… meu marido Givirio deve saber…”

(Givirio): “Estou em casaaaa!”

(Mirellina): “Ara. Que excelente timing. Meu marido parece ter voltado!! Estou indo!!”

Depois de dizer isso, Mirellina-okaa-san se levantou e foi receber Givirio-san.

Agora eu vou conhecer o pai de Naminissa e Narellina… meu nervosismo aumentou e eu estou preocupado pensando que isso pode acabar em uma situação parecida com a de Ragnil.


[1] Mirellina está se referindo aos eventos envolvendo a tentativa de golpe de estado no Reino Mabondo que aconteceram nos capítulos 047 até 068.

[2] Para os japoneses, a primavera é a estação em que o amor aparece. Por isso eles costumam usar a expressão “a primavera chegou” para se referir a novos amores. Tem relação com o desabrochar da flor de cerejeira conhecida como Sakura e considerada o símbolo do amor.

[3] Okaa-san é uma maneira respeitosa de dizer “mãe”, mas também pode ser usada para se referir a uma sogra com pequenas alterações nos kanjis.