O velhote Gallus

(Mestre): “Eu não achei que seríamos recusados”

(Fran): “Nn”

(Mestre): “’Mesmo que você tenha um [Cartão da Guilda], nós não damos abrigo para crianças’!”

Quando nós chegamos na estalagem, foi isso o que a proprietária disse…

Claramente ela estava prestando atenção na aparência de Fran. Fran vestia roupas rasgadas e sandálias, então ela deve ter pensado que Fran era pobre ou uma Escrava fugitiva. No entanto, ela não cheirava mal.

Eu posso nos limpar usando a ‖Magia de Purificação‖, então nós estávamos com a higiene em dia.

(Mestre): “Eu acho que devemos melhorar nossa aparência comprando equipamentos primeiro”

(Fran): “???”

Mas eu não sei onde podemos ir. Bem, como eu vou escolher o equipamento, deixe tudo comigo!

Nós seguimos para a praça da cidade localizada perto da Guilda de Aventureiros. Na vizinhança, havia lojas com Aventureiros formando filas enormes.

Havia várias lojas e barracas, então havia um número equivalente de Aventureiros. Havia forjas para armas e armaduras, Alfaiates, Apotecários[1], Criadores de Acessórios, tavernas, restaurantes etc. Tinha mesmo uma grande variedade de opções no local.

Este também era um bom lugar para estudar os preços dos itens.

Uma faca de ferro custa 2.000 Gorudo. Uma poção de vida Nível 5 custa 10.000 Gorudo. Um antídoto Nível 4 custa 20.000 Gorudo.

O Nível 5 parece ser o menor nível, mas o preço é mesmo justo. Afinal, até ferimentos profundos podem ser curados em um instante. Se existisse um remédio com efeito parecido no Japão, seu preço seria muito maior. Por isso eu acho que esse preço é adequado.

Tais produtos estavam alinhados um ao lado do outro, então eu estava ficando estranhamente animado.

(Mestre): “Que interessante…”

(Fran): “Un”

(Mestre): “Oh! Fran pensa o mesmo?”

(Fran): “Muitas coisas raras. Incrível”

(Mestre): “Entendi, entendi”

Observando os olhos de Fran, eles estavam brilhando muito. A expressão dela não mudava muito, mas era bom ver que Fran também estava aproveitando isto.

Agora, onde está a loja que estamos procurando? Na verdade, enquanto estávamos na nossa busca, eu escutei um pouco de informação encorajadora.

Era sobre um famoso Ferreiro que estava em |Aressa|. Parece que ele alugou um armazém para abrir sua forja também.

Eu quero que esse Ferreiro faça uma armadura para Fran. Deve ser impossível com nossos fundos atuais, mas devemos pelo menos perguntar.

(Mestre): “Bom, me pergunto onde ele está”

Olhando ao redor, há muitas forjas e lojas de armaduras, mas nenhuma parece ser muito impressionante. Se for uma loja com um Ferreiro incrível, eu imaginei que fosse ter um grande público, mas parece que não.

(Mestre): “Será que eles já encerraram por hoje?”

Pode ser que sim se seus produtos forem populares o bastante.

(???): “Você aí, jovem dama. Está gostando do que vê?”

(Fran): “Un?”

(???): “Sim, sim. Você minha dama”

Pelos céus, alguém acabou de flertar com Fran!? Eu me coloquei em guarda, mas a voz pertencia a um velho Anão. É possível que ele seja só um Erojiji[2] usando um disfarce de um velho ermitão[3] enrugado. Sendo assim, não estamos totalmente seguros ainda.

Se ele planeja fazer algo estranho, eu vou fingir que cai e vou perfurar o pé dele.

(Anão): “Parece que você está procurando por uma armadura, então que tal esta?”

(Fran): “Como você sabe?”

(Anão): “Bem, eu posso entender com apenas um olhar”

(Fran): “…”

(Anão): “Ahh. Tão cuidadosa. É bem simples. Olhando para seu jogo de pés, eu posso ver que você é bastante habilidosa. Mesmo assim… sua armadura parece bem pobre. Você olhou para várias lojas de armas e forjas, portanto, a única conclusão seria que você está procurando por uma armadura, não é?”

Este cara não é só um velhote comum! Quem diabos é ele?

 

Nome:GallusIdade:82 anos
Raça:Anão
Classe:Ferreiro MágicoLevel:33
Condição:Normal
HP:260MP:273
Força Física:152Resistência:100
Agilidade:56Inteligência:120
Mágica:148Destreza:95
Habilidades
‖Desmantelar‖ Lv2 ‖Resistência ao Fogo‖ Lv7 ‖Ferraria‖ LvMáx ‖Forja Mágica‖ Lv9 ‖Avaliar‖ Lv7 ‖Minerar‖ Lv3 ‖Costurar‖ Lv5 ‖Técnicas com Martelos‖ Lv2 ‖Habilidade com Martelos‖ Lv7 ‖Resistência a Veneno‖ Lv2 ‖Trabalho com Couro‖ Lv4 ‖Magia do Fogo‖ Lv9 ‖Dedicação‖ Lv6 ‖Ferraria Mágica‖ Lv7 ‖Discernimento‖ Lv9 ‖Bênção do Deus do Fogo‖ ‖Manipulação de Vigor‖
Habilidades Únicas
‖Olho de Deus‖
Títulos
Mestre Errante da ForjaFerreiro Honorário do Reino de KuranzeruRei da Ferraria
Equipamentos
[Martelo Mágico de Aço da Ferraria] [Roupas de Couro do Lagarto do Fogo] [Sandálias da Árvore Fênix] [Bracelete de Recuperação de Energia]

Pelo que parece, este velhote era o grande Ferreiro dos rumores. Eu acho que isso explica a observação aguçada dele um momento atrás.

Bem, pelo menos foi conveniente. Ele acabou nos encontrando, então vou me considerar com sorte.

(Fran): “Incrível”

(Gallus): “Wahahahaha! Apesar de eu parecer tão velho, eu ainda tenho uma longa estrada para percorrer! Portanto, por que não dá uma olhada na minha loja?”

(Fran): “Mhm”

(Gallus): “Muito bem. Por aqui”

Guiados por Gallus, nós seguimos para um armazém no canto da praça. Enquanto isso, os olhares de inúmeras pessoas estavam vindo em nossa direção. Suas encaradas incomodam. É bem desconfortável.

(Mestre): “Eh? Não estão todos ao redor olhando para cá?”

(Fran): “Inimigos?”

(Mestre): “Não, eles não são, mas…”

Os olhares dos mercadores eram particularmente terríveis. Fran, que confundiu esses olhares como uma forma de intimidação de inimigos, os devolveu com olhos afiados.

O que diabos está acontecendo aqui?

(Gallus): “Ahh. Não se preocupe com isso. É só a pressão dos mercadores de armadura gananciosos. Eu me livrei deles no passado, mas agora eles começaram a persistentemente se aproximar de pessoas que compraram meus itens para vende-los como produtos de segunda mão”

Não, não. Isso não seria apenas uma dor de cabeça para eles?

(Gallus): “Beeem, nós vamos precisar caminhar um pouco, então mantenha a calma. Mais importante, o que você está procurando exatamente?”

Não tem jeito de eu ficar aliviado só com isso… mas não adianta nada ficar me preocupando.

Além disso, foi muita sorte encontrar um Ferreiro habilidoso, então devemos aproveitar esta oportunidade não importa como.

(Fran): “Por que eu?”

(Gallus): “Eu só vendo para Aventureiros que podem utilizar minhas mercadorias. Você, minha querida, é uma dessas pessoas”

Que artesão teimoso. Mas eu não acho isso ruim.

(Mestre): “Primeiro peça para ele te mostrar uma espada”

(Fran): “Primeiro uma espada”

(Gallus): “Haa? Mas você já não está carregando uma ótima espada? Esta é a primeira vez que eu vejo uma Arma Inteligente, sabia?”

O q-quê!? Como ele sabe? ‖Avaliação‖? Não, eu tenho o ‖Ocultar Avaliação‖. É impossível que isto tenha sido descoberto!

(Fran):Arma Inteligente?”

Boa atuação Fran! Continue com a enganação!

(Gallus): “Ahh. Bem… não faz diferença… eu só estava querendo garantir. Sabe, meu olho é um pouco especial, então até se você tiver habilidades para bloquear a ‖Avaliação‖, eu posso ver algumas informações. Especialmente a respeito de equipamentos”

Há tal habilidade!? Agora que ele mencionou isso, além de ter a ‖Avaliação‖ e o ‖Discernimento‖, ele também tinha a habilidade ‖Olho de Deus‖, não tinha? É esse o efeito dela?

(Gallus): “Bom, só uma Arma Inteligente poderia ter esse |Poder de Ataque e essa |Condutividade do Poder Mágico. É o suficiente para minha explicação, Espada?”

(Mestre): “Bem, eu posso entender se esse é o caso. Esta garota… eu quero que Fran seja capaz de usar uma espada de forma correta”

(Gallus): “Oohh? Você pode mesmo falar? Você é mesmo inteligente! Incrível, incrível!”

(Mestre): “Você está parecendo uma criança…”

(Fran): “O Mestre também, às vezes…”

(Mestre): “Eh. Sério?”

(Fran): “Sério”

(Mestre): “Aaahh. Bom, eu acho que diante de algo interessante, qualquer um voltaria a ser uma criança”

(Fran): “Nn”

Eu olhei para o velhote Gallus que ainda estava vibrando de excitação.

(Mestre): “… eu sou igual a ele?”

Eu vou tentar ser um pouco mais prudente no futuro.

(Gallus): “Oops. Desculpe… eu só fiquei um pouco animado. De qualquer forma, olhando para o seu desempenho, uma espada diferente não parece ser necessária”

(Mestre): “Não, não. Você olhou isso direito? Velhote, suas espadas são mais fortes. Como aquela espada logo ali”

A Espada Longa de Aço de Alta Qualidade que eu vi na cidade antes foi feita por esse velhote, sem sombra de dúvidas. E esta loja tem armas parecidas por todo o lugar. Todas elas são pelo menos tão fortes quanto eu, quando não são mais fortes.

Observando essas armas, eu segurei meus sentimentos que pareciam tentar me fazer tossir sangue. Como uma arma tosca como eu pode se comparar com elas?

(Gallus): “Bom, só em termos de |Poder de Ataque. Ahh. Entendi. Por acaso você sabe sobre a |Condutividade do Poder Mágico?”

(Mestre):|Condutividade do Poder Mágico? Eu sei disso, mas…”

(Gallus): “Mas você não sabe o que faz, hmmm? É algo muito importaaaaante”

(Mestre): “Como isso é importante?”

(Gallus): “É realmente importante, sabiiiiiia! É especialmente importante quando você está avaliando uma espada!”

Como!? Me explique logo!

(Gallus): “É uma das grandes maravilhas…”

(Mestre): “Me explique os detalhes, por favor!”

(Gallus): “Mmh. |Condutividade do Poder Mágico se refere a eficiência com que uma peça de equipamento pode ser envolta por |Poder Mágico. Quando isso é feito, o desempenho da arma muda muito”

(Mestre): “Hmmm”

(Gallus): “Por exemplo, esta arma…”

Gallus pegou uma adaga que estava presa na parede. Avaliando ela, eu descobri que ela era feita de aço. Sua |Condutividade do Poder Mágico era E.

(Gallus): “A |Condutividade do Poder Mágico dela é E, o que significa que a eficiência na condução de |Poder Mágico é aproximadamente 5%. Assim, usando 100 |MP, seu |Poder de Ataque aumenta em cinco pontos”

Gallus explicou ainda mais depois de pegar uma adaga feita de Mithril. Sua |Condutividade do Poder Mágico era C-, com uma eficiência de quase 70%. Em outras palavras, gastar 100 |MP nela resultaria em um aumento no |Poder de Ataque de 70 pontos. Com isto, a |Condutividadeé definitivamente importante. Ela permite que a diferença no desempenho de uma arma possa ser anulada facilmente.

(Gallus): “Além disso, a eficiência não é a única coisa que aumenta a nota da |Condutividade. A quantidade de magia que pode ser contida em uma arma também aumenta. Em outras palavras, os efeitos postos na arma vão durar mais tempo”

(Mestre): “Então, a |Condutividade do Mithril de C- é bem alta?”

(Gallus): “Correto. Mithril é particularmente superior quando falamos sobre eficiência na |Condutividade. Não é exagero dizer que armas que excedem o C- também existem no mercado, mas ao dar prioridade no aumento da |Condutividade, seu |Poder de Ataque é baixo. Pelo menos na maioria dos casos”

(Fran): “Portanto, A é incrível”

(Gallus): “Mmh. Espadas com |Condutividade nota A são espadas mágicas puras. Elas têm uma eficiência de 200%. Francamente, armas regulares nem podem ser comparadas com elas”

200%… então se 100 |MP é gasto, o |Poder de Ataque aumenta em 200 pontos? Isso é absurdamente forte, não é!?!? Eu acho que chegou a hora de me investigar, não é?

(Mestre): “Existe um limite para a quantidade de |Poder Mágico que é colocado em uma arma?”

(Gallus): “Isso depende dos materiais. Quanto ao seu material… eu não consigo entender muito bem. Halmolium[4] parece ser a base, mas parece ter uma mistura de metais mágicos também…”

Fran me entregou para Gallus e ele me acertou de leve com um martelo fazendo um ] concon [, só para ter certeza.

(Gallus): “Você não parece ser inferior ao Orichalcum, então 1.000 |MP não devem ser um problema. Eu acho… bem… normalmente, a maioria das pessoas não possuiria uma quantidade tão gigantesca de |Mana… afinal, até os Magos da Corte na |Capital Real| mal chegam a 800 |MP!”

Ignorando Gallus que estava rindo com um ] Gahahaha! [, eu suei frio. Porque eu… posso suprir 1.000 |MP. Em outras palavras, eu posso aumentar meu |Poder de Ataque em 2.000 pontos!? Eu sempre achei um pouco estranho… eu podia derrotar inimigos que pareciam poderosos com apenas um golpe. Mirar seus pontos vitais e usar a combinação da aceleração com a ‖Telecinésia‖ provavelmente contribuiu, porém… provavelmente, eu devo ter me envolvido em |Poder Mágico inconscientemente.

(Fran): “Quanto tempo dura?”

(Gallus): “Bem, isso depende do material. Para a nota E, são cinco minutos. Cada aumento na nota aumenta o tempo em aproximadamente dois minutos”

(Mestre): “Então, para o A…”

(Gallus): “Seriam uns 29 ou 30 minutos”

(Fran): “Longo”

(Mestre): “Isso é mais do que o suficiente para uma batalha curta”

(Fran): “Nn”

(Mestre): “Então eu não sou uma espada inútil?”

(Gallus): “Se você fosse inútil, então a grande maioria das espadas deste mundo também seria”

(Mestre): “Entendo. Então é assim que as coisas são… uooooh! Estou feliiiiz!”

Eu estou mesmo, mesmo feliz! Se eu tivesse olhos, lágrimas de alegria estariam escorrendo. Eu me tornei uma espada tanto no corpo quanto na mente. Eu não imaginei que eu ficaria tão contente ao descobrir que eu era mais forte do que as outras espadas. Bom… não é uma sensação ruim.

(Gallus): “Você é o pináculo da força entre as Espadas Mágicas. Você pode até alcançar as Espadas Divinas”

(Fran):Espada Divina?”

(Gallus): “Ou. Você foi feito por um Ferreiro Divino?”

(Mestre): “Bem… eu não sei. Eu não tenho memórias do meu criador”

(Gallus): “Então é isso…”

(Mestre): “Você sabe algo sobre isso? Se sim, por favor, me conte”

Eu me sinto mal por não saber nada sobre minha origem. Portanto, eu quero saber de uma forma ou outra.

(Gallus): “Entenda, os Ferreiros tem um sistema de ranking. Há os Ferreiros regulares, os Ferreiros Avançados, os Ferreiros Mágicos e, finalmente, os Ferreiros Divinos. Há também outras classes derivadas dessas, mas a classe que reina acima de todas é o Ferreiro Divino, sem dúvida alguma. Não há mais do que cinco pessoas que chegaram a esse nível até hoje. Verdadeiros Ferreiros lendários”

(Fran): “Cinco pessoas lendárias. Legal”

(Gallus): “Para Ferreiros como eu, eles são existências para serem admiradas. Espadas Divinas só podem ser forjadas por Ferreiros Divinos

(Mestre): “E você acha que um Ferreiro Divino me fez?”

(Gallus): “Eu acho que sim, mas não posso ter certeza… você é bem fraco quando comparado as outras Espadas Divinas, mas você é forte demais para ser uma Espada Mágica comum. Você está bem no meio”

(Mestre): “Qual o problema com isso… então eu posso ter sido feito por um Ferreiro Mágico habilidoso?”

(Gallus): “Bem, essa também é uma possibilidade”

(Mestre): “Quão mais forte são as Espadas Divinas?”

Eu só perguntei por curiosidade. “O quão mais forte poderia ser uma espada que é mais poderosa do que eu?”… era um pensamento deste tipo.

(Gallus): “É dito que Espadas Divinas são armas que podem dividir o céu e rasgar a terra. De fato, há registros descrevendo que uma espada tomou a vida de mais de 10.000 pessoas em questão de poucas horas em guerras do passado”

(Mestre): “Elas são todas espadas?”

(Gallus): “Contanto que sejam armas forjadas por um Ferreiro Divino, elas são denominadas de Espadas Divinas. Mas parece que existiram algumas que não tinham o formato de espadas”

(Fran): “Parece?”

(Gallus): “Eu já vi uma dessas armas. A [Espada do Fogo: Ignis]

(Mestre): “Entendo. Quão forte era essa Ignis?”

(Gallus): “Quando eu a vi, meu ‖Avaliar‖ ainda era baixo, então eu não pude analisar tudo, mas…”

 

Nome:Espada do Fogo: Ignis
Poder de Ataque:1.800
Condutividade do Poder Mágico:SS
Habilidades
‖Dádiva da Magia das Chamas‖ ‖Dádiva do Deus das Chamas‖ ‖Desconhecido‖

(Gallus): “Foi tudo o que eu consegui ver”

(Mestre): “Ahh. Então é isso. Eu sinto muito por achar que podia rivalizar com ela… não tem jeito de eu conseguir enfrentar uma Espada Divina”

(Gallus): “Não fique assim… como uma espada, você já não é forte o suficiente?”

(Mestre): “Consolando uma espada inferior? Que velhinho bondoso é você!”

(Gallus): “Você é uma boa espada. Estou feliz em ter conhecido uma arma tão interessante!”

(Mestre): “Velhote Gallus!”

(Gallus): “Espada!”

Fran perdeu seu interesse em nós e começou a percorrer o resto da loja.

(Fran): “Nn. Este peitoral é bom”


[1] Apotecário é o mesmo que farmacêutico.

[2] Algo como velho tarado.

[3] Ermitão é uma pessoa que, através de penitência, habita lugares despovoados e/ou isolados.

[4] Halmolium é um minério usado para a criação de armas na série de jogos Atelier.