Um pouquinho de treinamento

É o primeiro dia da missão de investigação do |Calabouço|.

Com o grupo que deixou a Guilda depois daquela comoção, nós chegamos na entrada da caverna depois que metade de um dia se passou.

Bem, a jornada em si foi mesmo um grande desafio. Principalmente por culpa de Clad. Parecia que ele era o rei da montanha, odiando qualquer um que assumisse a liderança que não fosse ele mesmo; ele só corria na frente de todos em qualquer oportunidade. Eu fiquei surpreso que ele iria até responder ao examinador: Cruz.

Se ele realmente queria aumentar para o Rank D, Ele não poderia pensar seriamente que deixar uma impressão ruim era o caminho, certo? Ou ele pensava que “Eu tenho que ser determinado!” era o mesmo que “Eu sou o tipo que toma decisões proativamente!” e “Eu não tenho medo dos meus superiores!” era o mesmo que “Eu tenho coragem”?

Eu não vejo o atrativo.

Bom, os pensamentos de uma única pessoa não importam tanto no fim.

De qualquer forma, como Amanda era bem energética, impasses entre os dois continuaram a acontecer regularmente. Como Clad sempre acabava perdendo para o vigor de Amanda, ele realmente deveria parar de se opor a ela.

Frion continuou sem se envolver com nenhuma disputa, assumindo a posição de um completo espectador. Contudo, podia-se dizer que ele estava pouco disposto a oferecer uma ajuda para acabar com as brigas. Graças a isto, a mediação entre os dois sempre que uma briga começava ficava toda para Cruz. É apenas minha imaginação ou ele parece estranhamente cansado mesmo que apenas meio dia tenha se passado? Todos deveriam mesmo colaborar para ajudar nesse tipo de coisa.

E quanto a Fran você deve se perguntar? Bem, todos têm seus pontos fortes e fracos.

Deixando isso de lado, era interessante ver Amanda brigando ao longo do caminho. Não apenas a forma como ela usava o chicote era incrível, como ela usava ‖Magia do Vento‖ de uma forma incrivelmente útil. Diferente da ‖Magia do Fogo‖, usar ela no meio da floresta não causa problemas.

Depois que tudo isso aconteceu, nós chegamos um pouco depois do programado. Nós devíamos chegar no |Calabouço| pelo entardecer, mas já era noite.

(Cruz): “Erm… originalmente nós devíamos entrar no primeiro dia e atravessar as duas primeiras camadas do |Calabouço|, capturando o resto no próximo dia, porém… como nós estamos um pouco atrasados com a programação, nós vamos parar e acampar aqui hoje e seguir dentro do |Calabouço| pela manhã. Parece bom?”

(Clad): “O que você quer dizer com ‘acampar’! Nós devemos apenas nos apressar e começar a conquistar o |Calabouço| imediatamente, entendeu? Conquistar este |Calabouço| será fácil; há apenas insetos aí dentro, sacou?”

(Cruz): “O Rank das Feras Demoníacas é de fato baixo, mas é perigoso entrar com o corpo cansado. Portanto, nós vamos acampar aqui hoje”

(Frion): “Eu concordo”

(Fran): “Eu também”

(Amanda): “Parece bom”

(Clad): “Tsk! Covardes!”

Mesmo depois de dizer isso, Clad não se levantou e seguiu sozinho. Até ele deve entender que é perigoso entrar em um |Calabouço| depois de caminhar por meio dia. Cruz pareceu um pouco insatisfeito com a reação dele, mas ele não disse mais nada.

Para ser honesto, Clad é o tipo de pessoa que eu odeio de modo inerente. Ele é o tipo de pessoa que fica jogando sugestões estranhas e trivialidades quando uma agenda está sendo finalizada em uma aula. Mesmo que as pessoas ao redor estejam pensando “Jesus, isso não importa. Eu só quero terminar isso para poder ir para casa, então fique quieto logo”, ele continua a se opor as opiniões populares sem parar.

(Amanda): “Fran! Você gostaria de dormir na minha tenda? Está tudo bem se deixarmos a vigilância para os homens”

(Fran): “Recusado”

(Amanda): “A-hh, tão fri-a”

(Cruz): “Eu vou deixar a primeira vigília para você senhorita Fran. Depois disso, meu grupo, o grupo de Clad e o grupo de Frion vão assumir nessa ordem”

Oho, ele empurrou a guarda da meia-noite (o horário mais difícil) para Clad, huh. Você não deveria fazer isso Cruz. Mesmo que seja só um pouco, não retalie.

(Clad): “A Rank A não vai ficar de guarda?”

(Cruz): “Amanda está agindo como uma espectadora. Além disso, se eu pedisse pela ajuda dela, então não seria um teste apropriado para vocês. Se ela participasse, levaria menos do que uma hora para atravessarmos o |Calabouço| a pé e nós poderíamos voltar para casa antes do dia terminar. Quanto aos resultados do exame, nesse caso: vocês todos falhariam”

Até oponentes fora do comum seriam facilmente exterminados por uma Rank A. Na verdade, eles só estariam no nível de uma perturbação. Com isso, seria melhor olhar para Amanda como uma garantia para casos de emergência.

(Clad): “Ke. Então é isso”

Já estava decidido que eu iria ficar de guarda quando fosse a vez de Clad. Ele continuava murmurando depois da explicação, mas Amanda o fez ficar em silêncio no fim.

(Cruz): “Vocês devem ter sido notificados de antemão, mas refeições e roupa de cama são preparadas por cada grupo individualmente, tudo bem?”

Há isso também. Depois de perguntar a Randell, nós obtivemos algumas roupas de cama de alta qualidade. Um saco de dormir e lençóis, tudo por apenas 7.000 Gorudo.

Quanto as refeições… bem, não é preciso dizer. Eu cozinhei enormes quantidades de Feras Demoníacas para este exato propósito afinal. Contudo, como nós vamos fazer a primeira vigília, nós adiamos a refeição.

(Clad): “Oi, oi. Um única pirralha pode ficar de guarda?”

(Fran): “Sem problemas”

(Clad): “Ahh? Cê acha que eu posso acreditar nas palavras de uma pirralha tão facilmente?”

(Cruz): “Ela é uma Aventureira Rank D. Isso é maior do que o Rank de vocês, não é? Se ela disse que não há problemas, então está tudo bem”

(Clad): “Até mesmo esse Rank D dela é questionável! O que uma criança poderia fazer enquanto nós estávamos na expedição, hah? Ela deve apenas ter usado seu corpo pra ganhar o favor daquele Mestre da Guilda lolicon, certo? Então, como cê vai ser capaz de fazer isso, huh!?”

Ahhhh, este cara fez parte do grupo de investigação de acabou de voltar, huh. Nesse caso, ele não teria chances de testemunhar as proezas de Fran. Em um Rank deste nível, truques não deveriam ser possíveis para mensurar as habilidades de um indivíduo. Mesmo assim, Clad não entendeu isso enquanto pensava que nosso Rank foi adquirido por meios injustos.

Bem. Nosso aumento de Rank era bem peculiar. Havia muito o que questionar.

Ainda assim, eu não posso perdoar o que não posso perdoar.

(Mestre): “Fran, como você está indo?”

[Fran]: (“??? Nada errado. Só um pouco de barulho”)

Clad continuou exercitando sua habilidade ‖Ameaçar‖, mas parece que isso só está sendo considerado um pouco irritante para Fran.

(Fran): “Habilidade”

(Clad): “Ha! Habilidade? Uma pirralha como você não pode chegar no Rank D apenas com habilidade!”

(Fran): “Habilidade (Minha e do Mestre)”

(Clad): “Hyahaha! Certo, então me mostre. Vamos ‘treinar’ um pouco”

Depois de dizer isso, Clad levantou sua Lança. Parecia que ele queria ter uma batalha simulada.

Fran se levantou lentamente em resposta. Haaaaa. As preparações dela já estão completas.

(Mestre): “Fran, duelar é bom, mas não vá longe demais, entendeu?”

[Fran]: (“Entendido. Só treinar um pouco”)

Ela estava com um belo sorriso. Contudo, ninguém mais estava dizendo nada. Como Frion e seus companheiros não eram do tipo falante, eu podia entender, porém…

Eu pensei que Amanda iria colocar um fim nisto logo no início… ao invés disso, ela estava apenas rindo. Bem, talvez ela tenha pensado que não havia problemas devido as diferenças nas habilidades entre Fran e Clad.

No entanto, quanto a Cruz, ele realmente não parecia planejar se intrometer nisso. Ele ficou tão exausto que ficou completamente sem combustível? Não, parecia que não era esse o caso. Ele estava olhando para os dois com uma expressão séria.

Isso me lembra que eu também não vi Cruz na subjugação dos Goblins. É provável que ele tenha feito parte do grupo que voltou. Em outras palavras… ele também queria averiguar as habilidades de Fran. Os dois companheiros de Cruz estavam casualmente prestando atenção as redondezas, como se estivessem agindo como substitutos para Fran.

(Mestre): “Fran, antes de começar, você deve colocar uma Barreira nos arredores”

Se começarmos o duelo desse jeito, Clad pode acabar dizendo que não fizemos um bom trabalho como vigias.

[Fran]: (“Nn. entendido”)

(Fran): “… ‖Zona do Vento‖‖Zona do Solo‖

‖Zona do Vento‖ é uma barreira mágica da ‖Magia do Vento‖ e que pode cobrir uma área a partir de sua origem no formato de um domo. Se qualquer coisa invadir a barreira, o usuário pode sentir isso usando o fluxo do vento.

‖Zona do Solo‖ também é uma barreira mágica, esta da ‖Magia do Solo‖. Ela também cria um domo a partir de um ponto de origem. A diferença da ‖Zona do Vento‖ é que ela atua no solo e abaixo dele. Por outro lado, ela não teria efeito em intrusos aéreos.

Assim, empregando tanto ‖Vento‖ quanto ‖Solo‖, você seria capaz de cobrir todas as direções.

(Amigo do Clad A): “… ha? Is-isto é…  magia?”

(Amigo do Clad B): “Além disso, de dois atributos…”

(Amigo do Clad C): “Sério?”

Os membros do grupo de Clad estavam fazendo barulho nos fundos. Até o momento, eles estavam observando o desenvolvimento da situação com sorrisos afetados em seus rostos… mas agora, eles estavam um pouco azuis.

(Clad): “Vo-você… você é uma Maga!?”

(Fran): “??? Não sou Maga

(Clad): “Não, mas, isso de agora foi magia, não foi!?”

(Fran): “Utilizável sem ser Mago

(Clad): “É-é verdade, mas…”

Parecia que com apenas barreiras mágicas nós fomos capazes de intimidar Clad. Eram simples magias de Lv4, então apenas Aventureiros Rank E e seus equivalentes seriam capazes de fazer o mesmo que Fran.

(Fran): “Então, vamos começar”

(Clad): “Ce-certo. Certo, vamos lá!”

“Eu não posso usar magia, mas minha Lança não vai ser derrotada”. Esse era o sentimento que eu tinha da expressão determinada em seu rosto. Em uma luta entre uma Espada e uma Lança, a Lança tem uma vantagem gigantesca. Em uma luta individual, ela não pode ser derrotada.

(Fran): “… quando quiser”

(Clad): “Tsuyaah!”

Sem a boa e velha tática esperar e ver? Isso está certo? Talvez ele tenha ido para uma ofensiva total porque não sentiu a força de Fran?

Com toda a energia dele colocada em um bote contra o rosto dela, Clad não tinha planos de parar antes de seu golpe atingir o alvo. Frion, que estava assistindo calmamente enquanto jantava, mostrou uma expressão de surpresa. Isto era, de fato, surpreendente. Atrás dele, os companheiros de Clad soltaram um grito. Vendo Fran sem se mover, eles devem ter pensado que o ataque de Clad a atingiu diretamente.

Contudo, as expectativas deles foram muito equivocadas.

(Fran): “Não adianta”

Fran, com apenas um leve balanço meu, refletiu a ponta da Lança. Clad, que estava com o corpo envolvido por todo esse impulso, ficou completamente indefeso. Assim, um chute de Fran apareceu.

(Clad): “GAH!”

Chutado em seus pés, Clad caiu no chão.

(Clad): “Merda!”

(Fran): “Continuar?”

(Clad): “Cl-claro! Minha defesa só tava baixa, mas eu não vou me segurar agora!”

Ohh! Esta foi a primeira vez que eu escutei esse clichê de mau perdedor! Ele é desagradável por dizer esse tipo de coisa, então eu realmente não posso dizer que aprovo isso. Bom, talvez eu possa um pouco.

(Fran): “Então, minha vez”

(Clad): “Aaaaagh!”

Da perspectiva de Clad, a figura de Fran deve ter desaparecido, seguido por um súbito impacto do lado dele. Com os rápidos movimentos de Fran, ele foi atingido no estômago por mim.

(Clad): “Eu ainda posso…”

(Fran): “Nn”

(Clad): “Oraoraoraah!”

Em desespero, Clad atacou com sua Lança violentamente para todos os lados, dando consecutivas estocadas. Contudo, Fran não foi atingida. Estocada, estocada, estocada. Esquiva, esquiva, esquiva. Eu me pergunto por quanto tempo esse processo se repetiu?

(Clad): “Por quê!? O que…”

(Fran): “Não está acertando”

(Clad): “Como isto é ao menos…”

Provavelmente, se passaram três minutos desde que Clad continuou atacando com sua Lança. Eu já estou me sentindo tonto, sabia? Ofegando, a expressão dele ficou miserável, provavelmente pelo choque de perceber que nem mesmo um único de seus ataques teve resultado.

(Clad): “Merda, merda!”

(Fran): “Então, hora de terminar”

(Clad): “Merdaaaaa… GOHA!”

Pela segunda vez, eu atingi ele. Desta vez, o golpe atingiu seu rosto, o fazendo perder a consciência e cair de costas no chão.

(Grupo do Clad): “Líder!”

Os companheiros de Clad correram para o lado dele.

(Mestre): “Bem, com isto ele não deve mais causar problemas”

(Fran): “Nn. Lamentável”

(Mestre): “Ahh, de fato, lamentável”

De forma alguma ele serviu para um bom parceiro de treino. Ainda assim, contra uma pessoa com tal personalidade difícil, a batalha foi ao menos engraçada.

(Amanda): “Fran, tão for-teeee”

(Fran): “Nn”

Subitamente, os braços de Amanda envolveram Fran. Eu não fui capaz nem de notar a aproximação dela. Droga, que assustador.

Entretanto, Amanda tinha um certo desconforto em seu rosto. Ela tinha o mesmo sorriso gentil de sempre, porém… os olhos dela não estavam sorrindo. Se eu pudesse comparar, eles pareciam os olhos de uma ave de rapina que encontrou uma presa.

(Amanda): “Hey. Você não lutaria comigo também?”

(Fran): “Com Amanda?”

(Amanda): “Isso mesmo. Eu sou uma Rank A solo, sabia? Eu estou com problemas para encontrar um parceiro de treino ultimamente, mas se for Fran, então alguns bons exercícios podem ser possíveis!”

Ahh, ela não deve ter ninguém para treinar, tem? Treinar com um Rank A… isso poderia ser uma experiência valiosa. Treinar em si já é bom. Eu não acho que qualquer acidente vai acontecer…

(Mestre): “Hey, Fran…”

[Fran]: (“Ótimo treino para a ‖Esgrima Superior‖”)

(Mestre): “… isso é verdade”

(Fran): “Nn”

Hah… isso não é bom. Ela está totalmente no modo batalha agora. Não é possível parar Fran quando ela está assim.