Avançando

Fly era bem mais útil do que eu imaginava. Nós realmente não sabíamos nada sobre o segundo andar, mas as habilidades dele nos permitiram avançar rapidamente mesmo sendo nossa primeira vez ali. Ele até mesmo conseguiu encontrar uma [Baú do Tesouro] pelo caminho.

Nossa viagem estava seguindo calmamente. Nós basicamente não paramos desde que atravessamos aquele corredor com todos os Espectros.

Ver Fly em ação me fez querer um de sua espécie em meu grupo.

Me pergunto se aumentar o Level da minha Magia Fantasma me permitiria colocar as mãos em algo parecido com ele?

Eu decidi perguntar a Jean sobre isso, mas ele acabou destruindo minhas esperanças em um instante. Aparentemente, você precisa de todos os tipos de [Ferramentas Mágicas] de alta qualidade para fazer isso, assim, cada Espectro terminaria custando ao menos dez milhões de Gorudo. Tornar isso real era uma questão completamente diferente, e isso, supostamente, levaria três ou mais anos só na preparação. Para piorar as coisas, cada indivíduo era diferente, e assim, nem todos seriam úteis para usar como Clones de Sombra.

Em outras palavras, você precisava dos três: dinheiro, tempo e sorte. Yeah, Eu acho que isso não vai acontecer. Eu vou ter que desistir dessa ideia por enquanto.

(Fran): “Entediada”

(Jean): “Ahahaha! Você não acha que seria maravilhoso ser capaz de experimentar o tédio enquanto você explora um |Calabouço|?”

(Fran): “Ainda entediada”

Bem, eu acho que isso foi mesmo algo necessário. Eu estive lidando com todas as batalhas e materiais, então Fran começou a ficar frustrada com a completa monotonia.

(Jean): “Muito bem…”

(Fran): “Hm?”

(Jean): “Parece que Fly encontrou um conjunto de escadas”

(Mestre): “Já!?”

(Jean): “De fato, já. Contudo, parece que a área está sendo protegida por um guardião, um Ogro Zumbi com um enorme chifre em sua cabeça. Há muitos outros Zumbis ao redor também”

(Fran): “De verdade?”

Ó Deus, droga, Fran, por que é que seus olhos começaram a brilhar no momento que você escutou isso?

(Jean): “Hahaha! Como sempre, você é confiável!”

(Fran): “Deixe comigo”

(Urushi): “Woof!”

(Jean): “Hahahaha! Nesse caso, por que não seguimos nosso caminho? Vamos avançar, porque chegou a hora de exterminar o Morto-Vivo!”[1]

No entanto, parecia que nós tínhamos uma gata negra, uma espada e um lobo no lugar de um faisão, um macaco e um cachorro, mas, tanto faz. De qualquer forma, parecia que nós iríamos conseguir algo muito melhor do que um mero kibidango[2] ou dois, então eu vou dar o meu melhor.

Nós pegamos o [Baú do Tesouro] e então seguimos para o corredor que levava para as escadas, onde nos reunimos com Fly, que estava parado com todas as suas cópias fundidas de volta em um corpo só.

De acordo com a Busca de Morto-Vivo de Jean, o corredor estava cheio com um enorme Ogro Zumbi, vinte Zumbis do tipo soldado e quase uma centena de cães e ratos zumbificados.

(Mestre): “Tudo bem, vamos invadir e então começar a lançar alguns feitiços de amplo alcance”

(Fran): “Entendido”

(Urushi): “Woof”

Ficar cercado por todos esses mini Zumbis provavelmente seria muito mais irritante do que lutar contra o grandão, assim, seria melhor para nós atacarmos com a Magia do Vento Lv8, Ventania do Desastre. O feitiço não era muito poderoso, mas ele compensava ao cobrir uma área enorme. Sua área de efeito era de quase 30 metros em todas as direções, então nós seríamos capazes de cobrir todo o corredor se Fran e eu usássemos isso ao mesmo tempo.

(Mestre): “Eu vou deixar os soldados com você Urushi”

(Urushi): “Woof, woof!”

(Fran): “E quanto a Jean?”

(Jean): “Eu devo gastar meu tempo fazendo o que puder contra aquele Ogro Zumbi logo ali. Serkan, Fly, esperem aqui”

(Serkan): “Va”

(Fly): “…”

(Mestre): “Certo, vamos nessa”

(Fran): “Nn”

Finalmente era hora de nós lidarmos com o Chefão do andar!

(Fran e Mestre): “… Ventania do Desastre

Ventos violentos se enfureceram dentro do corredor e esmagaram as Feras Demoníacas menores.

(Urushi): “Arooo!”

Urushi atravessou quatro Soldados Zumbis diferentes com lanças negras.

(Jean): “Hahahahahaha! Que impressionante você é!”

Jean deu uma enorme risada enquanto completava sua tarefa com facilidade. Ele prendeu o Ogro Zumbi dentro de uma Prisão de Morto-Vivo e o impediu de se mover.

(Mestre): “Nós vamos deixar esse grandão com você Jean!”

(Fran): “Primeiro, insetos”

(Urushi): “Woof!”

Nós saltamos dentro da horda de Zumbis.

Os Soldados Zumbis eram um pouco complicados de se lidar. Eles eram muito mais ágeis e habilidosos do que você normalmente esperava de Zumbis, e eles eram capazes de contra-atacar com golpes bem fortes… não que isso importasse para nós, já que podíamos nos livras deles em questão de segundos.

Fran começou ao envolver sua lâmina em chamas e, usando sua ‖Esgrima‖, ela cortou os braços deles, negando por completo a habilidade deles de contra-atacar. Ela então destruiu suas cabeças e cortou seus corpos ao meio. O dano desta combinação os derrotava instantaneamente, ela infligia muito mais dano do que eles podiam regenerar. Fogo era especialmente efetivo contra Zumbis porque isso naturalmente impedia a auto regeneração deles.

Dito isso, ela parecia um pouco insatisfeita por não ser capaz de usar Relâmpago, seu elemento favorito. Por outro lado, eu diria que eu estava bem contente. A lâmina coberta por chamas me lembrava dos Gundams[3] e seus sabres de luz.

Urushi estava lutando de forma muito mais chamativa. Ele estava usando uma mistura de presas e magia para triturar completamente os Zumbis, os transformando em pó. No entanto, seu pelo estava começando a ficar sujo, então eu teria que dar um jeito de lavá-lo mais tarde.

As coisas estavam indo muito bem para mim também. Tudo o que eu tinha que fazer era usar Percepção de Magia para encontrar as [Pedras Mágicas] e perfurar através delas.

O corredor meio que nos fazia lembrar do que aconteceu dentro do primeiro andar. Espíritos continuavam jorrando para os corpos e terminavam espalhados por toda a sala. Heh, que bons pontos de experiência eles são.

Os Espíritos pararam de aparecer depois que espancamos todos os fracotes, assim, em pouco tempo, nós ficamos apenas com o Ogro Zumbi.

(Mestre): “Orya!”

(Urushi): “Woof!”

E até mesmo ele foi morto instantaneamente. Jean fez ele parar de se mover, então eu facilmente atravessei sua Pedra Mágica ao me lançar com a Catapulta Telecinética.

Auto Evolução foi ativada. 50 pontos de evolução recebidos

Finalmente! Isso finalmente aconteceu!! Quer dizer, eu sabia que viemos aqui para eu poder absorver [Pedras Mágicas], mas eu já tinha conseguido ao menos 300!

 

Nome:Mestre
Portadora:Fran
Raça:Arma Inteligente
Poder de Ataque:524 ↑(90)
Mana:3.000/3.000 ↑(1.350)
Durabilidade:2.800/1.450 ↑(1.350)
Condutividade do Poder Mágico:A+
Habilidades
‖Avaliação‖ Lv7 ⋯  ‖Ocultar Avaliação⋯  ‖Mudança de Forma ⋯  ‖Auto Reparo de Alta Velocidade‖Auto Evolução‖ (rank 10: Valor das Pedras Mágicas 4.511/5.500 |Memória: 89 | Pontos: 51) ‖Auto Modificação (Superior)‖ ‖Telecinésia‖ ‖Pequeno Aumento na Telecinésia‖ ‖Telepatia‖ ‖Pequeno Aumento no Poder de Ataque‖ ‖Aumento Intermediário no Status do Portador‖ ‖Pequeno Aumento na Recuperação do Portador‖ ‖Pequeno Aumento no Poder Mágico‖ ‖Aumento Intermediário na Memória‖ ‖Conhecimento das Feras Demoníacas‖ ‖Compartilhar Habilidades‖ ‖Feitiçaria‖
Habilidades Únicas
‖Princípio da Falsidade[4] Lv5
Habilidades Superiores
‖Técnicas com Espada Esp[5]

Agora sim, yeah! Eu posso voltar a aumentar alguns Levels de novo! Muito bem, o que eu deveria melhorar desta vez? Espere, talvez eu deva guardar meus pontos até sairmos do |Calabouço|.

Parece que até minha |Condutividade do Poder Mágico aumentou! Isso aí! Estou um passo mais próximo do ápice! Eu até consegui uma nova habilidade também.

 

Mudança de Forma
Muda para qualquer forma desejada através do consumo de |Poder Mágico.

Isto significa que eu posso mudar para outros tipos de armas? Eu acho que eu devo fazer um teste sempre que a situação exigir por isso.

Dito isso, parecia que teríamos bastante facilidade no momento. O interior do |Calabouço| era muito mais fácil do que foi atravessar o exterior. Me pergunto se eu estava apenas pensando demais sobre isso…


[1] A forma como Jean fala sua última frase pode ser lida literalmente como “Exterminar o Demônio” em uma referência ao conto de Momotarou. Momotarō (桃太郎), é um popular herói do folclore japonês. De acordo com a lenda (datada do período Edo), Momotarō veio à Terra dentro de um pêssego gigante, que foi encontrado flutuando em um rio por uma mulher idosa sem filhos que estava lavando roupas lá. A mulher e seu marido descobriram a criança quando eles tentaram abrir o pêssego para comê-lo. A criança explicou que tinha sido enviada para ser seu filho. O casal o chamou de Momotarō, Momo (“pêssego”) e Taro (“menino” ou “filho mais velho na família”). A lenda conta que Momotarō recebeu kibidango (bolinho japonês) feito de mochiko (farinha de arroz) dos pais que lhe criaram e partiu para Onigashima (Ilha dos Demônios) acompanhado de um cachorro, um macaco e um faisão para eliminar os demônios.

[2] O kibidango é um tipo de dango (bolinha de massa) feito com açúcar, farinha de arroz e de milhete (grão semelhante à quinoa) que dá um leve amargor. As bolinhas são moldadas sobre amido de milho e servidas individualmente. Foi com os kibidangos que Momotarou conseguiu seus companheiros que o acompanharam em sua viagem.

[3] Mobile Suit Gundam (Kido Senshi Gandamu), ou simplesmente Gundam, é uma franquia de animação japonesa criada por Yoshiyuki Tomino e Hajime Yatate pelo estúdio Sunrise em 1979. Pertencente ao gênero mecha e apresenta vários elementos clássicos da ficção-científica (guerras espaciais e universo cientificamente avançado), mas se diferencia por tentar focar mais no realismo e também por sua narração, através dos elementos tecnológicos. Os robôs gigantes, essência do gênero mecha, são reduzidos ao grau de armas de uso militar. Essa ideia dá origem a um subgênero da ficção científica japonesa chamado “robô real”. Após um início difícil, Gundam teve sucesso no início da década de 1980 e continua até hoje.

[4] “Lei das Mentiras” foi alterada para “Princípio da Falsidade”.

[5] Esp. é a abreviação de “Especial”.